Týr

Tyr

Tyr (também Tivar, Tiu, Teiwaz) é o deus maneta da guerra e da justiça. Originalmente Tyr foi o supremo entre os deuses Vanires da sexualidade [Geschlecht]. Após perder a guerra dos Vanires Odin tomou o seu lugar. Tyr protege particularmente a Thing. Seu símbolo é a lança. O lobo gigante Fenrir mordeu, arrancando a mão direita de Tyr, quando ele foi algemado pelos deuses.

Tyr é uma divindade germânica muito antiga e é representado regionalmente sob diversos nomes. Ele é também chamado Tiwaz, Teiwaz, Tiw, Tiu e Ziu. Tyr foi originalmente o principal deus dos povos germânicos e o centro de seu mundo religioso. Ao redor dele encontravam-se os outros deuses celestes do “Círculo de Tyr”, que já no tempo dos antigos alemães antigos incluía os signos atuais. O pai de Tyr é presumivelmente o gigante Hymir, mas, por outra parte, também é apresentado como filho de Odin. Esta última versão, no entanto, representaria uma ruptura cronológica.

Após o afastamento de Tyr, através de Odin, ele continua a desempenhar o papel de deus da justiça, bem como o protetor da Thing. Com isso garante-se a Tyr (segundo padrões contemporâneos) muitas raízes democráticas e da sociedade amplamente tolerante dos alemães. Ele também permanece como um deus da guerra. Seu símbolo – a runa Tiwaz – é muitas vezes esculpida em espadas. Além disso Tyr encarna como nenhum outro as virtudes de bravura, coragem e lealdade. Ele deu o braço direito, de modo que os deuses puderam neutralizar o bravo e ganancioso lobo Fenris. Com estes grandes sacrifícios pessoais ele garantiu a sobrevivência da comunidade.

23

O dia ao qual Tyr dá nome é a Terça-Feira (Dienstag, Tirsdag, Tisdag, Tuesday). Na região do Harz, havia antigamente numerosos lugares com uma referência a Tyr no nome. Durante a cristianização todos eles foram renomeados. Hoje, o nome antigo ainda é detectável por algumas passagens. Provavelmente estão em Harz a maior parte dos lugares para honrar Tyr e tirá-lo do esquecimento.

norse_god_of_war_by_flashmcgee

{Black Berserker}