Cosmologia nórdica: Nove mundos? — Uma reflexão

Por Seaxdēor Comumente temos a ideia de que as Eddas retratam fielmente a maneira que os povos tribais germânicos em geral viam a realidade, o que não é o caso, sempre. Diferentemente de outros povos letrados, os quais preservavam um conjunto de mitos de maneira razoavelmente intacta através do tempo, todas as histórias e explicações coletivas da realidade dos povos germânicos são bastante ligadas a … Continue a ler Cosmologia nórdica: Nove mundos? — Uma reflexão

Juramentos, Mæġen e Hamingja

Publicado originalmente por Sarenth Odinsson.
Tradução de Seaxdeor.

“Manter sua palavra é uma das coisas mais importantes que você pode fazer. Depois de quebrar a sua palavra, é difícil recuperar essa confiança. Às vezes, é quase impossível.” – Meu pai

Deve haver pouco mais de ser dito sobre os juramentos e o ato de fazê-los. Hoje em dia faço excessivamente poucos juramentos. Isso não é porque eu não sou confiável ou evito compromissos, mas porque os juramentos carregam mæġen própria, e junto com esse poder vinculativo, a mæġen dos outros e das outras partes. Esta mæġen afetará as comunidades as quais eu e eles estão ligados através da Hamingja. Continue a ler “Juramentos, Mæġen e Hamingja”

Entendendo o Pós-Vida e o Espírito dos Nórdicos e Germânicos

Por Sonne Heljarskinn

Na imagem em destaque, vemos uma representação de como os mortos eram comumente enterrados entre os germânicos.

Vou tentar ser breve. Breve não, brevíssimo, porque esse assunto dá um livro facilmente. Aviso inicial: se você está há pouco tempo no paganismo nórdico ou germânico em geral (do qual o nórdico é só uma parte) você pode talvez não entender este texto de cara. Talvez você precise de algum tempo e se familiarizar com algumas ideias que raramente são vistas à nossa volta, mesmo no meio pagão. Vou tentar fazer ele fornecer, resumidamente, tudo o que você precisa saber para entender a noção de pós-vida pagã, mas talvez não seja o suficiente em uma ou duas leituras. Lembrando que isso aqui não é verdade absoluta, só o ponto onde meus estudos chegaram até o momento, e aceito todas as contribuições possíveis.

Continue a ler “Entendendo o Pós-Vida e o Espírito dos Nórdicos e Germânicos”

Ancestrais — O que eles realmente são?

Sonne Heljarskinn, em homenagem à minha querida avó.
Existem muitas formas de se enxergar os Ancestrais no paganismo nórdico. Mas creio que a maioria das pessoas fica confusa sobre o que eles são e como honrá-los de fato. Geralmente as pessoas pensam que ‘procurar a religião dos Ancestrais’ é o suficiente. Tenho a impressão de que isso é mais um começo do que um fim em si mesmo.

Forn siðr, um costume de múltiplas origens

Por Gabriel O’Dubhghaill

Gostaria de expor aqui algumas ideias que venho matutando ao longo das minhas pesquisas sobre o paganismo germano-escandinavo. Resumindo, minha hipótese é que os costumes pagãos que tentamos acessar tem origens em diversos de povos, cada qual contribuindo para diferentes aspectos do forn siðr. Continue a ler “Forn siðr, um costume de múltiplas origens”

Pra que religião?

Este site, assim como outros sites, versa muito sobre religião — desde a reconstrução de uma crença antiga, a uma crença moderna da qual tentamos nos desvencilhar. Existem aqueles que dizem que paganismo não é religião, mas um estilo de vida; existem aqueles que relegam o budismo ao campo da filosofia; existem aqueles que acham que, sem religião, não vivemos.

Recentemente eu fiz justamente a pergunta do título em grupos sobre paganismo germânico/heathenismo. As respostas foram muitas, das mais diversas. Pra que serve a religião? Alguns dizem que é sobre controle. Outros dizem que é sobre comunhão. Para organizar tribos, para controlar pessoas, para passar um compasso moral, para dar sentido à vida e uma noção de propósito, para explicar o mundo…

Continue a ler “Pra que religião?”