Sobre os recentes enfrentamentos na Ásatrú

Todo mundo anda puto porque a página não fica em cima do muro em relação a nada só pra ser pop. As babaquices do que se chama “politicamente incorreto” (uma postura birrenta e infantil, para não dizer mimada e de apartamento) dominam boa parte da Ásatrú/paganismo nórdico/heathenry, desde sempre. E esse “politicamente incorreto” ama o nazismo, ama o fascismo, é xenófobo, misógino, racista, homo/transfóbico. Ele simplesmente não respeita a liberdade do outro de ser da maneira que quiser. Lhes pergunto, amigos, se um Bjorn amasse um Óláfr, o que mudaria na minha vida em especial? Em contrapartida, no momento que me digo contra isso, tal fato interfere na liberdade deles de forma absurda. Continue reading “Sobre os recentes enfrentamentos na Ásatrú”

Heathens contra o ódio: Entrevista exclusiva com o Sumo Sacerdote da Associação Pagã Islandesa

O ALLSHERJARGOÐI Hilmar Örn Hilmarsson (no centro), o sumo sacerdote da Associação Pagã Islandesa argumenta que aqueles que vêem a Ásatrú como uma religião de militarismo, derramamento de sangue e adoração de heróis estão vendo isso através do prisma do nacionalismo alemão do século XIX, e não da Edda Poética. Foto/Stefán Karlsson.
O ALLSHERJARGOÐI Hilmar Örn Hilmarsson (no centro), o sumo sacerdote da Associação Pagã Islandesa argumenta que aqueles que vêem a Ásatrú como uma religião de militarismo, derramamento de sangue e adoração de heróis estão vendo isso através do prisma do nacionalismo alemão do século XIX, e não da Edda Poética. Foto/Stefán Karlsson.

Por MAGNÚS SVEINN HELGASON. Tradução de Sonne Heljarskinn. Link  of the original english post.

This is a non commercial translation. Continue reading “Heathens contra o ódio: Entrevista exclusiva com o Sumo Sacerdote da Associação Pagã Islandesa”

Homossexualidade na Ásatrú

Como o NORSKK define a si mesmo: "Somos uma irmandade Víkingar dos dias modernos vivendo nas tradições ancestrais nórdicas pré-cristianização, incluindo o Víkinga Code: coragem, honra, força, fraternidade, lealdade, integridade, Disciplina, Determinação, Simplicidade. Compartilhamos nossas tradições ancestrais, nossas habilidades e nossa sabedoria para torná-lo um verdadeiro Víkingr, ou podemos usamo-los para garantir sua sobrevivência em ambientes agressivos ou hostis".
Como o NORSKK define a si mesmo: “Somos uma irmandade Víkingar dos dias modernos vivendo nas tradições ancestrais nórdicas pré-cristianização, incluindo o Víkinga Code: coragem, honra, força, fraternidade, lealdade, integridade, Disciplina, Determinação, Simplicidade. Compartilhamos nossas tradições ancestrais, nossas habilidades e nossa sabedoria para torná-lo um verdadeiro Víkingr, ou podemos usá-las para garantir sua sobrevivência em ambientes agressivos ou hostis”.

Pessoas folkish[1] amam referir-se a algum trecho da Germânia de Tácito, o que sugere que a homossexualidade foi condenada por algumas tribos germânicas. Eles também apontam para a existência de duas múmias do sexo masculino no pântano de Weerdinge na Holanda, alegando que eles foram mortos porque eles eram homossexuais. Eles ainda parecem convencidos de que sabem o significado dos textos em nórdico antigo melhor do que ninguém, incluindo aqueles de nós que compreendem verdadeira e atualmente o nórdico antigo. Continue reading “Homossexualidade na Ásatrú”

Homossexualidade, Naturalidade e Paganismo Nórdico

gaystone

OS PORQUÊS DESTE TEXTO:

Recorrentemente vocês veem a gente falando da homossexualidade. Isso tem vários motivos, entre eles: a) geralmente doutrinas políticas/esotéricas de ódio (Nazismo – que hoje se autointitula falaciosamente “terceira via” -, Arianismo, White Power) possuem uma posição completamente abjeta em relação às relações entre pessoas do mesmo sexo; b) na mesma linha, mesmo entre muitos pagãos não alinhados com a extrema-direita, consideram-se os atos homossexuais como “antinaturais”. Continue reading “Homossexualidade, Naturalidade e Paganismo Nórdico”