Sobre os recentes enfrentamentos na Ásatrú

Todo mundo anda puto porque a página não fica em cima do muro em relação a nada só pra ser pop. As babaquices do que se chama “politicamente incorreto” (uma postura birrenta e infantil, para não dizer mimada e de apartamento) dominam boa parte da Ásatrú/paganismo nórdico/heathenry, desde sempre. E esse “politicamente incorreto” ama o nazismo, ama o fascismo, é xenófobo, misógino, racista, homo/transfóbico. Ele simplesmente não respeita a liberdade do outro de ser da maneira que quiser. Lhes pergunto, amigos, se um Bjorn amasse um Óláfr, o que mudaria na minha vida em especial? Em contrapartida, no momento que me digo contra isso, tal fato interfere na liberdade deles de forma absurda. Continuar a ler

Heathens contra o ódio: Entrevista exclusiva com o Sumo Sacerdote da Associação Pagã Islandesa

O ALLSHERJARGOÐI Hilmar Örn Hilmarsson (no centro), o sumo sacerdote da Associação Pagã Islandesa argumenta que aqueles que vêem a Ásatrú como uma religião de militarismo, derramamento de sangue e adoração de heróis estão vendo isso através do prisma do nacionalismo alemão do século XIX, e não da Edda Poética. Foto/Stefán Karlsson.

O ALLSHERJARGOÐI Hilmar Örn Hilmarsson (no centro), o sumo sacerdote da Associação Pagã Islandesa argumenta que aqueles que vêem a Ásatrú como uma religião de militarismo, derramamento de sangue e adoração de heróis estão vendo isso através do prisma do nacionalismo alemão do século XIX, e não da Edda Poética. Foto/Stefán Karlsson.

Por MAGNÚS SVEINN HELGASON. Tradução de Sonne Heljarskinn. Link  of the original english post.

This is a non commercial translation. Continuar a ler

Homossexualidade na Ásatrú

Como o NORSKK define a si mesmo: "Somos uma irmandade Víkingar dos dias modernos vivendo nas tradições ancestrais nórdicas pré-cristianização, incluindo o Víkinga Code: coragem, honra, força, fraternidade, lealdade, integridade, Disciplina, Determinação, Simplicidade. Compartilhamos nossas tradições ancestrais, nossas habilidades e nossa sabedoria para torná-lo um verdadeiro Víkingr, ou podemos usamo-los para garantir sua sobrevivência em ambientes agressivos ou hostis".

Como o NORSKK define a si mesmo: “Somos uma irmandade Víkingar dos dias modernos vivendo nas tradições ancestrais nórdicas pré-cristianização, incluindo o Víkinga Code: coragem, honra, força, fraternidade, lealdade, integridade, Disciplina, Determinação, Simplicidade. Compartilhamos nossas tradições ancestrais, nossas habilidades e nossa sabedoria para torná-lo um verdadeiro Víkingr, ou podemos usá-las para garantir sua sobrevivência em ambientes agressivos ou hostis”.

Pessoas folkish[1] amam referir-se a algum trecho da Germânia de Tácito, o que sugere que a homossexualidade foi condenada por algumas tribos germânicas. Eles também apontam para a existência de duas múmias do sexo masculino no pântano de Weerdinge na Holanda, alegando que eles foram mortos porque eles eram homossexuais. Eles ainda parecem convencidos de que sabem o significado dos textos em nórdico antigo melhor do que ninguém, incluindo aqueles de nós que compreendem verdadeira e atualmente o nórdico antigo. Continuar a ler

Homossexualidade, Naturalidade e Paganismo Nórdico

gaystone

OS PORQUÊS DESTE TEXTO:

Recorrentemente vocês veem a gente falando da homossexualidade. Isso tem vários motivos, entre eles: a) geralmente doutrinas políticas/esotéricas de ódio (Nazismo – que hoje se autointitula falaciosamente “terceira via” -, Arianismo, White Power) possuem uma posição completamente abjeta em relação às relações entre pessoas do mesmo sexo; b) na mesma linha, mesmo entre muitos pagãos não alinhados com a extrema-direita, consideram-se os atos homossexuais como “antinaturais”. Continuar a ler