Sobre

O que não somos

A Heathenry & Liberdade não é uma entidade religiosa. Por mais que nosso tema principal seja a cultura e religião pré-cristã dos povos germânicos, somos um canal de informação e notícias baseado num grupo de estudos organizado por heathens.

 

O que somos

A Heathenry & Liberdade, como grupo de estudos, foca-se nos povos germânicos desde sua gênese (em cerca de 1.500 aEC), até a conversão ao cristianismo. Todavia, a evidência escrita estudada sempre é pós-conversão, o que exige então a crítica das fontes para se analisar realmente o que é paganismo e o que é interferência cristã dos relatos medievais. Nossa ideia é então entender o melhor possível a cultura pré-cristã de forma autônoma, ou através de mitologia comparada, nos afastando do pensamento judaico-cristão romanizado.

Assim, fazemos traduções de textos importantes, compilamos informação útil, traduzimos textos históricos, e volta e meia esclarecemos desentendidos que as nossas pesquisas ocasionam.

Nosso grupo não é meramente de pesquisas; na verdade a pesquisa é guiada pela ideia de que somos pagãos, e queremos informação para pagãos, que supra nossas necessidades espirituais pessoais. Como heathens, pesquisamos cultura, magia, ritualística, ética, sociedade, enfim, tudo relacionado ao período germânico pré-conversão, a partir de uma perspectiva reconstrucionista, animista e tribal.

A Heathenry & Liberdade é filiada ao grupo heathen Hvergelmir International, sediado na Noruega e com filiais pela Europa, Américas  e Austrália.

História

Em 15 de Novembro de 2014 esse projeto foi iniciado com uma página no Facebook, chamada “Asatru, Misticismo & Liberdade”. A ideia era um local que servisse para compartilhar links interessantes que o moderador inicial (Daniel Sonne, Heljarskinn, Seaxdēor) viesse a encontrar na internet sobre paganismo. Com a página, Sonne pretendia criar a disciplina necessária para aprender mais sobre o paganismo, e quem sabe ajudar outros. O ambiente era amplamente ocupado por nazistas, racistas e homofóbicos, contra o que desde o começo a página se pronunciou.

Com o tempo, uma página de Facebook tornou-se insuficiente para armazenar toda a informação que foi sendo descoberta. Além disso, muito material bom estava indisponível em nosso idioma, e assim, em 02 de Julho de 2015, o site se iniciou como um blog. A ideia era meramente traduzir e volta e meia sumarizar textos importantes, a partir da língua inglesa. Pouco tempo depois, acompanhando o blog, a página teve o nome simplificado para “Ásatrú & Liberdade”.

Não demorou muito, Andreia Marques (Raendel, Jorunn) e Maxwell Martenrolf se juntaram ao projeto. Dan Cruz (Ravn) do Colégio Platinorum também fez colaborações nas informações da parte mágica. Disso veio o domínio próprio (asatrueliberdade.com), e algum tempo depois a primeira revista Heathen Brasil. Na metade de 2016 sai nosso primeiro livro, Primeiros Passos na Ásatrú: Introdução ao Paganismo Nórdico e Germânico. Mais algum tempo adiante, surge o Heathen Podcast, primeiro podcast dessa temática no Brasil.

No começo de 2017, iniciamos oficialmente o canal no Youtube, e o segundo livro, Ættarbók: O Culto Doméstico Para Além da Ásatrú, focado nas práticas de hearth cult, foi lançado. Ainda em 2017 foi lançado o terceiro livro, Heathenry Tribal: Reconstruindo a Visão de Mundo e os Antigos Costumes do Norte, uma obra mais voltada para a ética, o qual marca a mudança radical da postura do projeto, como fruto da própria evolução do conhecimento obtido sobre o paganismo germânico. Nossos três livros podem ser baixados gratuitamente pois acreditamos que o conhecimento sobre o paganismo deve ser livre e aberto.

Ainda em 2017 firmamos oficialmente a parceria com o Hvergelmir International, respeitada organização heathen com filiais na Inglaterra, Estados Unidos, Canadá, Austrália entre outros países.

No final de 2017, o conteúdo que traduzimos gerou divergências enormes na comunidade pagã germânica no Brasil, e optamos por adotar um nome que implicasse menos uma noção cristã de religiosidade, e o “Ásatrú” deu lugar a “Heathenry”, nos tornando “Heathenry & Liberdade”. Com a mudança, o projeto que sempre foi dedicado à pesquisa podia agora seguir seu caminho livre de impedimentos.

Note que as mudanças de nome não foram acidentais, mas refletiram a própria evolução de seus moderadores. Quanto mais aprendemos em nosso caminho, mais nos sentimos impelidos a abandonar ideias, e mais nos sentíamos afeitos a outras. Tivemos a coragem de nos despir de conceitos errôneos, de aceitar aprender, e de ouvir a todos, mas só seguimos aquilo que fez sentido para nós.

O mesmo vale para o nome dos autores, principalmente de Seaxdēor. A alteração de nome não foi produto de uma tentativa de esconder nada, mas na verdade consequência da necessidade de se encontrar um título apropriado, o qual se encaixasse perfeitamente no caminho espiritual que se estava seguindo.

 

Quem Somos

Seaxdēor

De nascimento, Daniel Falcão, também chamado de Sonne ou Heljarskinn. Heathen, graduando em Letras – Língua Inglesa, pesquisador na área de literatura germânica medieval, ocasionalmente faz RAPs, se interessa pelas práticas de seiðr, pela sabedoria no caminho de Ƿōden e a prosperidade de Ingui Frēa. Cultuador inveterado de Seaxnēat. Caça nazistas nas horas vagas.

 

Raendel

De nascimento, Andreia Marques, também chamada de Jorunn. Heathen, Jarl do Hvergelmir International na América Latina, amante de cavalos, grande dominadora de idiomas humanos e não humanos tanto do presente como do passado. Feminista e sem paciência para machos chatos do caralho.

 

Martenrolf

Heathen carioca, graduando em História, interessado em seiðr e magia do caos. Namorado da Mizzy, cultuador de Freyr, e galã da Heathenry & Liberdade. Anarquista.

Sem Título-2