Plano de Estudos

Aqui na Ásatrú & Liberdade nós nos baseamos nos princípios tribalistas. Isso significa que (1) entendemos que a prática pagã deve ser desenvolvida de maneira séria, seja ela em família, ou em kindred, e (2) focada na Visão de Mundo Germânica pré-cristã, ou seja, entendemos que o paganismo, ou Heathenismo, é a recuperação da forma como os antigos pagãos entendiam e se relacionavam com o mundo natural e humano à sua volta.

Por isso, focamos em aprender a Visão de Mundo dos Germânicos, e entendemos que é necessário compreender de fatoaplicar essa Visão de Mundo pagão germânica pré-cristã na sua vida atual para que você se considere um pagão ou heathen, oposto a grupos racistas que acham que “cor” ou “orientação sexual” são mais relevantes.

Todavia, enfatizamos veementemente que é necessário entender e aplicar conceitos da visão de mundo germânica pré-cristã como wyrd e örlög, culto aos ancestrais, culto aos landvaettir e húsvaettir, e não apenas se auto-intitular pagão e focar apenas numa leitura (esotérica e moderna) das runas para se considerar pagão.

Assim, embora acreditemos que raça não é um fator que impede a entrada no paganismo, por um lado, também não consideramos que qualquer um que não tenha o desejo de entender a Visão de Mundo dos germânicos pré-cristãos também não está apto a se chamar, de acordo com o pensamento tribalista (e não em absoluto), um heathen ou pagão. No passado, essa tradição era passada de maneira oral. Como com a conversão ao cristianismo houve uma ruptura, tentamos então, através deste humilde espaço, trazer ela de volta à luz — e é por isso que ler é tão importante.

Por isso, oferecemos os seguintes artigos, nos quais você pode estudar e se informar, e incorporar na sua vida cotidiana, relacionada aos aspectos fundamentais da visão de mundo dos antigos. Não será algo fácil, mas acredite, é muito recompensador. Sinta-se à vontade para voltar a essa página quantas vezes quiser e sempre que tiver dúvidas, procurar informações, e entender melhor os conceitos de nossa visão de mundo pagã. Sugerimos a leitura na sequência apresentada dos temas a seguir, caso você não saiba como começar ou esteja começando agora na Ásatrú.

Dicas

  • Leia e releia os textos. Ler apenas uma vez geralmente não traz o entendimento necessário e profundo dos termos. Alguns assuntos se repetem entre um texto e outro, e outros são abordados em mais de um texto. Preferencialmente, leia todos. Eles trazem um entendimento bem melhor ao serem analisados em conjunto.
  • Faça anotações. Sim, o paganismo nórdico é uma religião com lição de casa. Anotar as coisas que você estudou é muito útil para não perder aquilo que já aprendeu. Um resumo nas suas próprias palavras ajuda também você perceber o quanto evoluiu e pode entender melhor certas ideias, depois de um tempo. Muitas vezes entender “meio certo” por um tempo é a ponte para entender completamente correto, depois.
  • Debata em grupos e não tenha medo de errar. Você pode ir ao grupo do qual a Ásatrú & Liberdade faz parte, o Hvergelmir Brasil, ou o Heathenismo: Construindo a visão de mundo e debater, perguntar, não tenha medo. O grupo é para ajudar e qualquer pessoa que for grossa ou mal-educada com iniciantes ou qualquer dúvida será advertida, ou removida, a depender da gravidade. Lá é um espaço coletivo para tirar dúvidas.
  • Se acostume a tentar entender ideias estranhas. Muitas vezes o que você procura em uma religião não existe. Por exemplo, os antigos não tinham uma noção de remuneração de pós-vida. No lugar disso, existem outras ideias. Ser pagão exige pensar diferente. Pensar diferente exige aprender a aplicar em nossa vida ideias que inicialmente parecem estranhas. Se elas fossem familiares, não estaríamos aprendendo nada. Por exemplo, wyrd, círculo de presentes, sacrifícios animais, são noções estranhas para nossa sociedade, mas que são essenciais no modo de pensar dos pagãos.
  • Não procure apenas conceitos religiosos, esotéricos ou mágicos. A religião dos antigos não era religião no sentido que estamos acostumados. Muito do que você encontra aqui à primeira vista não parece ter nada a ver com o paganismo. Entender o desenvolvimento dos povos proto-indo-europeus é um bom exemplo. A religião tem várias partes, algumas práticas, algumas conceituais, mas todas são igualmente importantes. Todos os textos aqui tem sua relevância. Muitas vezes o que estamos procurando está onde não procuramos.
  • Pratique na sua vida cotidiana. Nada do que expomos em vídeos, podcasts, textos, ou posts no facebook é desnecessário. Existem conceitos que são mais populares, outros que são menos, mas todos tem igual importância. Todos podem ser trazidos para a vida cotidiana, e aplicados no dia a dia, seja ele qual for. Nada aqui é “utopia”, ou “romantização do passado”. Não apenas pegue o que aprendeu aqui como ilustração. Viva.

Plano de Estudos sobre Paganismo Germânico

Iniciando

  1. Pagão, Heathen, palavras
  2. Então você quer ser um heathen?
  3. Tá começando agora no paganismo? Resumimos as Ideias básicas aqui:
    Primeiros passos na Ásatrú: Introdução ou Iniciação ao Paganismo Germânico e Nórdico
  4. Você pode ouvir uma outra versão de uma introdução ao paganismo aqui.
  5. O que caracteriza o Paganismo Germânico?
  6. Forn siðr, um costume de múltiplas origens

Tribos e Povos

Entenda melhor quem eram os povos Germânicos dos quais buscamos reconstruir a visão de mundo nos nossos dias.


Visão de Mundo

Visão de Mundo, Weltanschauung, Worldview, Mindset, é a noção essencial do paganismo germânico com enfoque tribalista. Entenda melhor o que é e como desenvolver tal elemento importantíssimo do reconstrucionismo dos germânicos.

  1. Sobre a maegen
  2. Um presente por um presente
  3. A nossa religião é uma religião agrária
  4. Irmandade e Visão de Mundo
  5. Honra, fama e comunidade
  6. Por que eu sou um Heathen ateu
  7. Erros comuns na Ásatrú: parte 1
  8. Infinitas Direções: Para onde vamos daqui?
  9. Yggdrasil: os nove mundos na tradição nórdica
  10. Adotando uma mentalidade viking: isso é para você?
  11. Vida e espírito dos pagãos segundo Grönbech
  12. Da bárbarie à civilização?
  13. O Eu e a Natureza

Wyrd e Ørlög

O desenrolar do destino segundo os antigos germânicos ocorria conforme esses conceitos. Entendê-los é parte fundamental do aprofundamento da visão de mundo germânica.

  1. Wyrd e Örlög
  2. Urðr, örlög, destino
  3. Wyrd: o Papel do Destino

Intragrupo e Extragrupo

A visão de mundo tribal não entende que a prática da religião seja algo “universal”. Isso não significa que delimitamos o acesso da religião a qualquer pessoa. Mas que existem conceitos que fundamental a base do relacionamento entre um heathen e as pessoas que são próximas a ele ou ela e os que não.

  1. Innangard e Utangard

Seres visíveis e invisíveis

O paganismo é uma religião e uma visão de mundo animista, isto é, que acredita que tudo está à sua volta é vivo. Honramos espíritos locais e não apenas divindades. Entenda melhor nos seguintes artigos:

  1. Vídeo sobre o animismo
  2. Animismo na Heathenry
  3. Tudo o que você precisa saber sobre o animismo
  4. Os Landvaettir
  5. Landvættir (espíritos da terra), Tomte, Nisse, Huldufólk
  6. Landvaettir e o Culto à Natureza
  7. Vídeo sobre Vaettir e Landvaettir
  8. Os wihte
  9. Ofertando aos vaettir
  10. Divindade do Lar
  11. Jötnar, Thursar, sobre gigantes
  12. Entre elfos e ancestrais: um estudo sobre os álfar através da literatura e cultura germânicas

Culto aos Ancestrais

O culto aos ancestrais é algo que, apesar de básico no paganismo germânico, é muito negligenciado na prática contemporânea. Entenda como ele funciona.

  1. Ásatrú e Culto aos Ancestrais (vídeo)
  2. Cinco maneiras de honrar seus ancestrais
  3. Três abordagens para o culto ancestral no heathenry moderno
  4. Honrando os Antepassados

Ofertas

  1. Oferendas — Por Ceisiwr Serith
  2. Formato de Prece — Lārhūs Fyrnsida

Ética

Entenda melhor os conceitos éticos dos antigos pagãos.

  1. A vingança, a justiça e o Heathen
  2. Honra: “Eu não penso que a palavra significa o que você pensa que significa”

Vida após a morte

Entenda melhor como os germânicos viam o mundo além da vida.

  1. Entendendo o Pós-Vida e Espírito dos Nórdicos e Germânicos
    [Nosso texto mais recomendado sobre o assunto]
  2. Uma viagem ao Hel
  3. Pós-vida de acordo com nórdicos e germânicos
  4. Sobre guerreiros, morte e Valhalla: vícios e dogmas
  5. Ah, mas e o Valhalla: equívocos sobre o pós-vida Heathen
  6. A morte e Depois dela: Parte I
  7. A Morte e depois dela: Parte II
  8. A Morte e depois dela: Parte III

Culto Doméstico

A vida religiosa dos antigos começava em seus respectivos lares. Entenda melhor como isso acontecia.

  1. Ásatrú e Culto Doméstico (vídeo)
  2. Culto Doméstico
  3. Divindade do Lar
  4. Ættarbók: Introdução ao culto doméstico

Sobre as divindades, seres mitológicos e heróis

Apesar de não serem o centro de nossa prática religiosa, os deuses são uma parcela importante dela. Entenda melhor quem são os deuses que os germanos conheciam.

  1. Freyja e Frigg
  2. O culto de Nerthus
  3. Thor e Jormungand: Uma reflexão
  4. Uma reflexão sobre Freyja
  5. Fenrir e a Anti-ordem
  6. Týr e a coragem
  7. Quem foi Ragnar Lothbrok?
  8. Precisamos falar sobre Odin
  9. Woden versus Odin: diferenças?
  10. Primeiro ensaio sobre a simbologia de Hel
  11. Odin ou papai do céu e o mundo de lesões corporais graves
  12. Cultuando os deuses
  13. Eostre: Deusa real ou invenção de Bede?
  14. O Deus Bragi
  15. A primeira guerra: Asen contra Vanen
  16. Balder: O deus brilhante que não brilha mais

Comemorações


Alma

  1. Odr: Inspiração e Loucura
  2. Os corvos de Odin e a alma humana

Símbolos

  1. Irminsul: Símbolo heathen dos pagãos anglo-saxões
  2. Mjöllnir, o Martelo de Thor

Kindreds


Magia

Apesar de chamar a atenção de muitos, a magia germânica não é algo que se consiga compreender destacado da Visão de Mundo desses povos (e é por isso que colocamos ela aqui por último, pois pressupomos que para você fazer magia germânica, você precisa já ter consciência e prática suficiente na religião). Tentar entender a magia de maneira separada da Visão de Mundo desses povos provavelmente o levará apenas a produzir simulacros, na melhor das possibilidades.

  1. As Runas Vikings
  2. Do caminho para si mesmo na Ásatrú
  3. Magia prática Nórdica
  4. Pequenas Reflexões sobre A Völva e o papel da mulher no Heathenismo
  5. Galadrastafir: Definição e significado
  6. Símbolos secretos das bruxas da Islândia
  7. Bindrunes Nórdicas
  8. O Caminho às runas
  9. Sessão de runas da Á&L
  10. Seidhr: Magia dos nórdicos
  11. O legado do seidr: histórias, experiências e o caminho adiante
  12. Vardlokkur a canção da völva

Mais fontes sobre runas (Inglês)

  1. Handbook of Old Northern Rune Monuments
  2. Runic Amulets

Fontes primárias


Sugestões de Livros

Bibliografia sugerida (maior parte em inglês)


Racismo?


Mais


Você acha nossos projetos úteis? Então faça sua doação, e garanta que eles continuem!

apoiase2
Buy Now Button