Entendendo o Pós-Vida e o Espírito dos Nórdicos e Germânicos

Por Sonne Heljarskinn

Na imagem em destaque, vemos uma representação de como os mortos eram comumente enterrados entre os germânicos.

Vou tentar ser breve. Breve não, brevíssimo, porque esse assunto dá um livro facilmente. Aviso inicial: se você está há pouco tempo no paganismo nórdico ou germânico em geral (do qual o nórdico é só uma parte) você pode talvez não entender este texto de cara. Talvez você precise de algum tempo e se familiarizar com algumas ideias que raramente são vistas à nossa volta, mesmo no meio pagão. Vou tentar fazer ele fornecer, resumidamente, tudo o que você precisa saber para entender a noção de pós-vida pagã, mas talvez não seja o suficiente em uma ou duas leituras. Lembrando que isso aqui não é verdade absoluta, só o ponto onde meus estudos chegaram até o momento, e aceito todas as contribuições possíveis.

Continue reading “Entendendo o Pós-Vida e o Espírito dos Nórdicos e Germânicos”

Galdrastafir: Definição e Significado

Escrito por Justin Foster, publicado originalmente em inglês.
Tradução para o português por Sonne Heljarskinn, com revisão de Raendel.

Nota prévia do tradutor: Optamos por deixar a palavra “stave” sem tradução, uma vez que essa palavra não possui um equivalente suficientemente bom em português. “Stave” está relacionado tanto a um cajado ou bastão mágico, quanto à símbolos, glifos, sigilos ou qualquer espécie de escrita/desenho com propósitos sobrenaturais.

Continue reading “Galdrastafir: Definição e Significado”

Vozes do Paganismo #4: entrevista com o ásatrúar Daniel Sonne Heljarskinn

Bosque Ancestral

O paganismo nórdico ou germânico está atualmente em ascensão no cenário das religiões e espiritualidades não-dominantes no Brasil. O aumento da busca pela sabedoria e religiosidade dos povos germânicos, em termos empíricos, parece apontar para uma pluralização cada vez maior do movimento pagão contemporâneo em terras brasileiras, que até o momento tem a Wicca como segmento de maior visibilidade social. Mas o paganismo nórdico não se encerra em um único movimento religioso, ele é antes subdividido em diferentes sendas, que possuem encontros e desencontros entre si; tais religiões são a Ásatrú, o Theodismo, o Odinismo, entre outras. Dessas, a que se tornou mais buscada e, consequentemente, mais visível socialmente, foi a Ásatrú, religião sobre a qual o leitor pode encontrar um breve guia aqui.

Esse mês, na coluna Vozes do Paganismo, o Bosque Ancestral conversou com o ásatrúar Daniel Sonne Heljarskinn, que está à frente do projeto Ásatrú &…

View original post mais 3.306 palavras

Ancestrais — O que eles realmente são?

Sonne Heljarskinn, em homenagem à minha querida avó.
Existem muitas formas de se enxergar os Ancestrais no paganismo nórdico. Mas creio que a maioria das pessoas fica confusa sobre o que eles são e como honrá-los de fato. Geralmente as pessoas pensam que ‘procurar a religião dos Ancestrais’ é o suficiente. Tenho a impressão de que isso é mais um começo do que um fim em si mesmo.

As Runas Vikings

Publicado originalmente em My Little Norway.
Tradução por Sonne Heljarskinn

Na era dos Vikings (800-1100 da Era Comum), a Escandinávia usou um alfabeto rúnico conhecido como Novo ou Younger Futhark (fuþark). Ele era composto por 16 símbolos sonoros conhecidos como runas. O Novo Futhark desenvolveu-se a partir do Antigo ou Elder Futhark (150 a 800 da Era Comum), uma forma mais antiga de linguagem germânica composta por 24 runas. Ambos os alfabetos são chamados após as primeiras seis runas F-U-þ-A-R-K. O Novo Futhark é basicamente a forma escrita do Nórdico Antigo – a língua dos Vikings.

Continue reading “As Runas Vikings”