Ervas, bruxaria tradicional inglesa e heathenismo anglo-saxão: um comentário

Bosque Ancestral

por Daniel Seaxdēor

Na imagem em destaque: representação de construção de vila anglo-saxã

Apesar do grande destaque dado aos nórdicos na atualidade graças à mídia de massas, os povos germânicos têm um grande acervo cultural fora dos povos comumente chamados de “vikings”, que é apenas seu galho norte. Analisaremos aqui rapidamente aspectos essenciais da cultura pagã dos anglo-saxões, e como eles se entrelaçam com a bruxaria e o ambiente nativo destes povos, e de que forma isso interessa para heathens anglo-saxonistas fora da Inglaterra, e, principalmente, do hemisfério norte, como é o caso do Brasil.

“Anglo-Saxões” é o nome convencionalmente dado aos colonizadores germânicos que se estabeleceram no sul da Grã-Bretanha, a maior ilha do arquipélago que se localiza ao norte do que hoje é a atual França, a partir do século V. Apesar do nome, outros grupos germânicos se estabeleceram na Inglaterra, entre eles os jutos e os frísios, principalmente.

View original post mais 1.593 palavras

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s